quarta-feira, 18 de abril de 2012

"Se amar a moda é um crime, nós nos declaramos culpados"


 Escrevi esse texto, por sugestão de uma das frequentadoras assíduas do meu Blog, então se você deseja que eu escreva sobre algo, envie-me a sua sugestão, também. Então...

Tem pessoas que gostam de moda, e tem pessoas fúteis, e tem quem acha que tudo é a mesma coisa, mas não é.
Segundo dicionário Aurélio, fútil é aquilo que é frívolo, leviano, insignificante, vão. É algo vazio, que não leva a crescimento algum. Já a moda, segundo o dicionário, é uso, hábito ou estilo geralmente aceito, variável no tempo, e resultante de determinado gosto, ideia, e das interinfluências do meio.Uso passageiro que regula a forma de vestir, calçar, pentear, etc. Arte e técnica do vestuário.

Segundo a blogueira, Priscila Vizan, “a moda é um sistema que engloba indústria do vestuário e contexto social. Ela unifica discursos, ao mesmo tempo em que distingue indivíduos.”
A moda é construída através dos anos, baseada no comportamento da sociedade que estimula o crescimento dessa indústria. A moda vem evoluindo, há coisas que vem e que voltam na moda, dependendo do comportamento das pessoas no momento. Como espartilhos, por exemplo. Ainda seguindo as palavras de Priscila, “a moda se renova a partir de tendências, essas modificações se disseminam através de três modelos básicos: semanas de moda oficiais, street style e looks de celebridades, os quais reverberam em revistas, sites, e blogs especializados. A moda se recicla através da criação, em uma engrenagem que acontece através de ciclos, velhos modelos se saturam rapidamente.”
Gente, fútil é uma pessoa vazia, que só dá valores a coisas que não acrescentam em nada nas suas vidas. Mas, existe bem ali no cantinho, um “cadinho” de gente que se importa com o seu estilo e a maneira de ver o mundo, e a maneira que quer ser vista pelo mundo, e esse “cadinho” de gente, não é fútil, apenas tenta verbalizar o que é por dentro, através da sua forma de se vestir.
Karl Lagerfeld é um estilista alemão, conhecido como um dos estilistas mais influentes no mundo da moda do século XX. Colaborou com uma variedade de diferentes grifes, entre elas, Chanel. E colocarei aqui uma de suas frases para fechar o texto:

A moda não precisa provar que é séria. Ela prova que a frivolidade inteligente pode ser algo criativo e positivo.


2 comentários:

  1. Culpados sim, culpados sempre!! Já que estais falando de moda que tal falar de um estilo bem peculiar "O romântico". Tipo quem apresenta um TCC lindamente e docemente usando um estilo todo romântico? E fica simplesmente perfeito!! sem contar que a Taylor arrasa nesse estilo ;D

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por ter aceitado minha sugestão. Ser fútil vai muito além do estético, ser fútil vem da alma e da personalidade. Muito bom o post, parabéns!

    ResponderExcluir